Você está aqui: Página Inicial > CAMPUS > ITACOATIARA > Notícias > II Encontro Pedagógico é realizado no Campus Itacoatiara

Notícias

II Encontro Pedagógico é realizado no Campus Itacoatiara

publicado: 02/09/2015 14h53 última modificação: 10/09/2015 22h57

No início da noite desta sexta (28), foram concluídas as atividades do II Encontro Pedagógico do Instituto Federal de Educação do Amazonas - Campus Itacoatiara. O evento, que foi planejado com a participação de todos os servidores do campus, ocorreu durante dois dias, no prédio histórico Centro Cultural Velha Serpa, anexo ao local onde funcionam as instalações provisórias do instituto na cidade, e teve como tema: Um diálogo com Paulo Freire: a educação profissional técnica e tecnológica na consolidação da cidadania, além de ter contado com a presença de convidados e autoridades locais.

Os trabalhos iniciaram por volta das 16h, da quinta-feira (27), com duas mesas-redondas: a primeira com a Pró-reitora de Extensão, Profª. Drª. Sandra Magni Darwich, que explanou acerca dos Desafios da Extensão no âmbito dos institutos, e a segunda com o Diretor de Pesquisa e Inovação, da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, Professor Dr. Paulo Aride, que abordou questões do âmbito da pesquisa e formação acadêmica. Para o Dr. Paulo Aride, o momento foi considerado importante para potencializar ações educativas de qualidade. “Eventos como este são de grande valia para que nossos servidores tenham ciência do que ocorre em nível institucional, e servem para estreitar os laços sobre o processo de ensino, pesquisa e extensão dentro do IFAM, potencializado ações em prol da educação de qualidade ofertada pelo nosso instituto”, salientou Aride.

A cantora Alanna Fonseca e o instrumentista Edvan MatheusNa noite do mesmo dia, aconteceu a abertura oficial do Encontro Pedagógico, realizada pela Pró-reitora de Extensão Sandra Magni Darwich, representando o Magnífico Reitor Antonio Venâncio Castelo Branco. Na ocasião estavam entre os presentes: o Diretor Geral do campus Itacoatiara Allen Bitencourt, a representante do prefeito do município, Ester Figueiredo – secretária municipal de educação, o Pró-reitor de Ensino Antônio Ribeiro Neto e a Coordenadora do Núcleo de Políticas de Educação do Campo Maria das Graças Passos. A noite teve também uma participação especial da cantora local Alanna Fonseca e do instrumentista Edvan Matheus, ambos itacoatiarenses. Em seguida, o Pró-reitor de Ensino palestrou sobre Tendências do perfil pedagógico do IFAM, sendo concluído o momento com um coffee break e música regional.

O último dia começou com um reforçado café da manhã, seguido da exposição da análise da obra Pedagogia da autonomia, de Paulo Freire, pelas equipes de servidores do campus.  À tarde, os grupos de apresentação da obra freireana finalizaram os trabalhos, e depois Maria das Graças Passos palestrou sobre a Pedagogia da autonomia e o ensino técnico, sucedida pelo Pró-reitor de Ensino que falou acerca de Educação e Mudança e o Ensino Técnico, que, junto com sua antecessora palestrante, proporcionaram um debate entre eles e a plateia presente, com mediação do Professor Dr. Marcelo Santos, do campus sede do Encontro.

De acordo com o Pró-reitor Antonio Neto, o campus Itacoatiara acertou ao propor uma discussão a respeito de Paulo Freire. “Primeiramente, o campus Itacoatiara está de parabéns pelo II Encontro Pedagógico, trazendo como tema: Um diálogo com Paulo Freire. Quero dizer que Paulo freire é um educador que esteve, está e estará sempre à frente de seu tempo, nessa perspectiva de um processo de reflexão, de análise da prática pedagógica, da prática da docência, da relação entre estudante – professor e professor – estudante”, destacou Neto. Em uma de suas análises referindo-se à temática central do evento, Antonio Neto explicou: “Paulo Freire pregou em várias de suas obras que nós devemos sempre ser pesquisadores. E pesquisador nos remete à criticidade, à reflexão, sempre perguntando os porquês de tudo, de todos os fatos que acontecem no dia a dia. Então, a criticidade às suas obras, àquilo que ele falou, com certeza, se ele estivesse vivo entre nós, estaria aplaudindo, porque foi isso que ele colocou em suas obras e tentou passar. Não devemos ter nada (em tudo aquilo que nós passamos, lemos, percebemos, ouvimos) como verdades absolutas; deve ser absorvido e entendido na perspectiva de levar à reflexão. Aí passa desde o contexto da religiosidade, do conhecimento científico até chegar à sala de aula.

MOMENTO CULTURAL: Milena Rocha (discente do campus Itacoatiara) e seu pai Alexandre Rocha

A presidente do II Encontro Pedagógico, a psicóloga Suziane Andrade, comentou brevemente o encontro: “O evento proporcionou momentos de integração e de estudo. A temática do encontro foi discutida de forma participativa e interativa com os professores, técnicos e convidados. No geral, o encontro superou nossas expectativas, pois a possibilidade de refletir sobre os aspectos teóricos e práticos do fazer educação, a partir de reconsiderações dos saberes necessários à docência, colocando a prática como objeto de análise e, consequentemente, propondo ações que favoreçam a capacidade dos docentes no âmbito do conhecimento pedagógico foi de ganho imensurável para todos os presentes.”

 Por fim, a palestrante Maria das Graças Passos considerou as discussões como o modo mais adequado para o aprimoramento das atividades educativas, e manifestou suas palavras de incentivo aos profissionais do campus. “Continuem caminhando, discutindo, trazendo o debate para os encontros, porque é dessa forma que se democratiza o ensino, buscando as melhores alternativas. Que esse campus cresça na busca de uma identidade própria, que busque a sua autonomia enquanto organismo educacional que está em um município muito importante do Amazonas, sobre o qual a população tem uma expectativa grande por estar estabelecido em Itacoatiara; que realmente possa atender às pessoas que estão em busca de formação profissional, técnica e tecnológica; que nessa formação se possa trabalhar de forma mais crítica possível, buscando sempre o melhor, esse caminhar, mesmo sendo utopia, que se busque a excelência na educação”, finalizou Passos.