Você está aqui: Página Inicial > CAMPUS > MANACAPURU > Projeto integrador que discute inclusão realiza seminário sobre inclusão e oficina de LIBRAS

Notícias

Projeto integrador que discute inclusão realiza seminário sobre inclusão e oficina de LIBRAS

Evento aconteceu em maio

publicado: 10/06/2019 10h57 última modificação: 10/06/2019 11h11

Por ZRS

O Campus Avançado Manacapuru/IFAM por meio do Projeto Integral “Seminário de Educação Inclusiva: os desafios dos deficientes visual, auditivo e físico no contexto escolar”, sob Coordenação da pedagoga Zenete Ruiz da Silva e das bolsistas Maria Letícia Paiva Barbosa, Evellyn Thaíssa Silva de Oliveira e Sigra Marques Bastos, realizou nos dias 23 e 30 de maio de 2019 duas mesas-redondas com o título Deficiências: desafios para a educação inclusive, e duas oficinas pedagógicas intituladas Aprendendo o básico sobre a comunicação em LIBRAS.

O objetivo principal dessas atividades é proporcionar informação/formação mínima aos docentes e discentes quanto ao trato no atendimento aos estudantes com deficiência visual, auditiva e física no desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem. As atividades foram momentos para analisarmos a efetivação da política de educação inclusiva implanta no IFAM/Campus Avançado Manacapuru, partindo-se dos princípios constitucionais, direitos e igualdades, tendo como perspectiva a busca da equidade e qualidade da educação no combate à evasão e retenção escolar desses estudantes.

Participaram das atividades docentes, discentes e servidores técnico-administrativos do Campus, além da participação especial de estudantes da APAE/Manacapuru. Tivemos como ministrantes a presidenta da APAE, Lacineide Alves da Silva, o administrador do campus, Júnior Mozart Nogueira Gomes, o Prof. de LIBRAS, Roberto da Silva Nascimento, a intérprete e tradutora de LIBRAS, Profa. Teodora dos Santos Ferreira Araújo e a pedagoga do Campus Zenete Ruiz da Silva.

Como parte de atividades do Projeto, ainda serão realizadas rodas de conversas, bem como levantamento de dados sobre os deficientes nas escolas em Manacapuru. A pedagoga Zenete Ruiz, avalia o evento “como de muito sucesso e proveito para entendermos e trabalharmos uma educação para todos, sem discriminação”.