Você está aqui: Página Inicial > CAMPUS > Conteúdo > Notícias > Problemas de arborização na capital é tema de palestra no IFAM/CMC

Notícias

Problemas de arborização na capital é tema de palestra no IFAM/CMC

Manaus é a segunda capital menos arborizada do país segundo ranking do IBGE
por publicado: 13/12/2018 14h11 última modificação: 13/12/2018 14h11

 

 

 

 

De acordo com o relatório da fundação britânica City Mayors, Manaus é o centro urbano do País que mais crescerá até o ano de 2020, e esse possível crescimento desordenado pode prejudicar ainda mais a cidade que hoje ocupa o antepenúltimo lugar no ranking do IBGE sobre as cidades mais arborizadas.

Pensado nesse quadro preocupante, aconteceu na manhã desta quinta-feira (13), a palestra “Arborização na cidade de Manaus: desafios e perspectivas”, do Analista Municipal Administrativo da SEMMAS, Deyvson Moura Braga.

A palestra teve por objetivo conscientizar sobre o cenário caótico de urbanização na cidade de Manaus, e expor as atividades que o setor público realiza para amenizar essa situação.

Segundo o Analista da SEMMA, Deyvson Moura Braga, as principais dificuldades encontradas para por em prática as ações de sustentabilidade na capital são a ausência de planejamento urbano, além da deficiência de politicas públicas voltadas para arborização.

Após o ultimo ranking do IBGE sobre as capitais arborizadas, a SEMMA (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade) criou em 2016 o projeto “Arboriza Manaus” dentro do Programa Manaus Verde e Vida, que tem como meta o plantio anual de 10 mil mudas em pelo menos 60 logradouros públicos da cidade.

Projeto Arboriza Manaus

O Projeto de Arborização da Prefeitura de Manaus, o Arboriza Manaus, constitui-se numa política municipal de arborização urbana que tem por objetivo dotar o município das condições necessárias para realizar intervenções de plantio de mudas de espécies nativas e exóticas em áreas públicas tais como canteiros centrais, passeios públicos, praças, parques, áreas verdes, entre outros, englobando as seis zonas da cidade, sendo o plantio feito dentro dos padrões estabelecidos pelo Plano Diretor de Arborização Urbana de Manaus.