Você está aqui: Página Inicial > CAMPUS > HUMAITÁ > ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO > Metodologia de ensino para alunos cegos

Notícias

Metodologia de ensino para alunos cegos

Acadêmico da UEA está desenvolvendo pesquisa junto ao IFAM - NAPNE
publicado: 14/06/2019 18h45 última modificação: 17/06/2019 15h05

 Diogo Ismael Hoerlle, do curso de Licenciatura em Computação da UEA é o primeiro acadêmico que está desenvolvendo pesquisa neste núcleo com o tema “METODOLOGIA DE ENSINO DE ALGORITMOS PARA ALUNOS CEGOS: ADAPTAÇÃO PARA O MUNDO TÁTIL” com a aluna cega, Kethleen Umbelino do Nascimento, do Curso Técnico Integrado em Informática do IFAM.

Essa pesquisa é decorrente de uma parceria entre as duas Instituições de Ensino, e visando disponibilizar os resultados a esta instituição, Diogo tem por finalidade apresentar aos docentes do curso de informática possibilidades e metodologia para serem utilizadas com alunos cegos e/ou com baixa visão. 

Além desse, outros trabalhos vem sendo realizado em parceria com alunos e professores de atendimento educacional especializado (AEE) da escola Álvaro Maia, alunos do curso de licenciatura em Física da UFAM onde eles produzem materiais adaptados para o ensino de Física para alunos com cegueira, e Kethleen e suas monitoras – os auxiliam como consultora.

napne2.jpeg    napne3.jpeg


De acordo com o Ministério da Educação, o atendimento educacional especializado (AEE) é um serviço da educação especial que identifica, elabora, e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade, que eliminem as barreiras para a plena participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas" (SEESP/MEC, 2008).

Este serviço segundo o Decreto n º 7.611, de 17 de novembro de 2011, destina-se aos alunos com deficiência física, intelectual, visual, auditiva, múltiplas, transtornos globais do desenvolvimento e do espectro autista e também alunos com altas habilidades / superdotação.

Abaixo observa- se como são realizados os atendimento com professores, estagiários e bolsistas no núcleo.