Você está aqui: Página Inicial > Estude no IFAM > Formas de Ingresso

Formas de Ingresso

por Coordenação Geral de Processos Seletivos publicado 14/10/2019 15h31, última modificação 22/10/2019 14h58

Cursos Técnicos de Nível Médio nas Formas Integrada, Concomitante ou na Modalidade EJA

Análise de médias do ensino fundamental: Para seleção e classificação, utilizam-se as médias do 7º e 8º anos do ensino fundamental em Português, Matemática e Ciências. Na inscrição, o candidato insere suas médias individuais. O próprio sistema realiza o cálculo para gerar a Nota Final. A seleção e classificação se dão pelo ordenamento decrescente da Nota Final.
Prova: Essa forma de ingresso é mais frequente para ingresso em Cursos de Educação Indígena ou de Campo. Por exemplo, o Processo Seletivo Diferenciado do campus São Gabriel da Cachoeira conta com prova de redação e de matemática.
 

Cursos Técnicos de Nível Médio na Forma Subsequente ou Especialização Técnica de Nível Médio

Análise de médias do ensino médio: Para seleção e classificação, utilizam-se as médias do 1º e 2º anos do ensino médio em Português, Matemática, Física, Química e Biologia. Na inscrição, o candidato insere suas médias individuais. O próprio sistema realiza o cálculo para gerar a Nota Final. A seleção e classificação se dão pelo ordenamento decrescente da Nota Final.
Prova: Essa forma de ingresso é mais frequente para ingresso em Cursos de Educação Indígena ou de Campo. Por exemplo, o Processo Seletivo Diferenciado do campus São Gabriel da Cachoeira conta com prova de redação e de matemática.
 

Cursos de Graduação

Majoritariamente via SISU com nota do ENEM;

Análise de médias do ensino médio: geralmente utilizado pelo Curso Superior de Tecnologia em Agroecologia. Para seleção e classificação, utilizam-se as médias do 1º e 2º anos do ensino médio em Português, Matemática, Física, Química e Biologia. Na inscrição, o candidato insere suas médias individuais. O próprio sistema realiza o cálculo para gerar a Nota Final. A seleção e classificação se dão pelo ordenamento decrescente da Nota Final; ou
Análise de Nota no ENEM: geralmente utilizada para preenchimento de vagas remanescentes do edital do SISU. Para seleção e classificação, utiliza-se a Média do candidato no ENEM. Na inscrição, o candidato insere suas notas individuais. O próprio sistema realiza o cálculo para gerar a Média do ENEM. A seleção e classificação se dão pelo ordenamento decrescente da Média do ENEM; ou
Análise de Coeficiente de Rendimento Acumulado em processos seletivos para Reopção de Cursos, Portadores de Diploma e Transferência Facultativa. A seleção e classificação se dão pelo ordenamento decrescente do Coeficiente de Rendimento Acumulado.